EDUCAÇÃO

EDUCAÇÃO = EDUCAR em AÇÃO (ou AÇÃO de EDUCAR)?

Duas das correntes do pensar educacional que, em países recém descobertos, desnecessariamente se conflitam deveriam sim se unir para atingir o objetivo básico que toda sociedade almeja: ver seus integrantes bem instruídos sobre as diversas ações de prevenção de doenças, sobre as tecnologias que podem facilitar sua vida doméstica, sobre as boas maneiras ao orientar seus filhos, entre outras atividades.

EDUCAR EM AÇÃO: é um princípio básico e que quando se inicia de forma correta não deveria ter fim. Mas sabemos, que isso não é o que sempre acontece. Afinal, será que as instituições estão realmente preocupadas em saber:

– onde estão os executores dignos dessas ações;

– onde estão os planos de tais ações;

– onde estão os recursos destinados para tais ações;

AÇÃO DE EDUCAR: é uma prática bastante reinvindicada pela maioria dos educadores mas pouco desenvolvida nas escolas de nosso país. Um(a) ou outro(a) docente está preocupado(a) em:

– formar a criança como um futuro cidadão;

– saber se o(a) estudante está gostando do que está sendo ensinado;

– saber o conteúdo e saber como ensinar o que se propõe;
EDUCAR A AÇÃO:

– do ser que será educado;
– do ser que promoverá a ação;
– do ser que controlará o ser educado e aquele que promoverá a ação.

CONSCIÊNCIA POLÍTICA!?!

Sócrates iniciou, Cristo demonstrou e Brecht divulgou.

Considerar as preferências e habilidades de nossos estudantes é fundamental para conhecê-los ainda mais e assim planejar toda a ação pedagógica necessária para atingir o objetivo principal: educar para ação mental e fazer com que o mesmo aplique o que aprendeu em prol de seu crescimento e da evolução da sociedade. Apenas, como exemplo, um aluno que gosta muito de:
… Astronomia, Matemática, Ciências Naturais, Informática Educativa, Robótica Educacional, Xadrez Escolar, Tecnologias Assistivas, Jogos Inteligentes, …
… Música: MPB, Choros, Forró, Caipira, Country e Moda de Viola, Clássica, Instrumental, Andina, Italiana, …
… Esportes: Futebol-Vôlei-Basquete (assistir), Xadrez-Dominó-Pôquer-Truco-Buraco (jogar), …
… entre outras características.

Observando todo esse espectro de preferências e possíveis habilidades, uma sociedade que se prezasse pela excelência, teria naquela época já qualificado seus docentes e técnicos educacionais para diagnosticarem tais aspectos em seus estudantes e desenvolvido uma plano de atendimento educacional visando cumpri-lo a risca.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: